Alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército prestam compromisso solene à Bandeira Nacional

Alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército prestam compromisso solene à Bandeira Nacional

No dia 24 de outubro, a turma matriculada no corrente ano na Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) realizou o compromisso perante a Bandeira Nacional. O compromisso solene, onde o aluno promete defender a Pátria mesmo com o sacrifício da própria vida, ocorreu no momento em que ele se encontra em plena consciência de suas responsabilidades e atribuições militares. Esse foi o cerne da cerimônia, que ocorreu no Pátio Agulhas Negras.

A solenidade foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos, e contou com a presença do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, demais autoridades militares, além de familiares e amigos dos alunos, os quais vieram dos diversos rincões do nosso País com o objetivo de acompanhar momento tão significativo na carreira de seus entes. A cerimônia teve um significado muito importante para o aluno que, após encerrar o primeiro semestre letivo, assumiu o tão marcante compromisso.

A inspiração do nome da Turma

João Manoel Menna Barreto nasceu a 25 de janeiro de 1824, em Porto Alegre. Participou da Campanha do Uruguai e da Guerra do Paraguai, destacando-se no combate de São Borja, como Comandante do 1º Batalhão de Voluntários da Pátria, recebendo o título de “Herói de São Borja” e como General de Brigada, no comando da 1ª Divisão de Cavalaria, na ofensiva aliada, na qual demonstrou capacidade e intrepidez nas Batalhas de Avaí, Piquissirí, Lomas Valentinas e Angostura. Em 12 de agosto de 1869, na vanguarda do ataque a Peribebuí, foi atingido por um tiro à queima-roupa, quando saltava, a cavalo, uma trincheira inimiga. Em sua homenagem póstuma, o 2º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em São Borja (RS), recebeu a denominação histórica de “Regimento João Manoel”, local onde estão sepultados seus restos mortais.


A turma de 2020, Turma Bicentenário do General João Manoel Menna Barreto, tem muito orgulho de levar consigo o nome que homenageia um dos grandes heróis da nossa história, mostrando que os ensinamentos e o espírito de aprendizado constante, transmitidos de geração em geração, são cultuados até hoje por seus integrantes.

O Comandante da EsPCEx, Coronel Fabiano Espínola Araujo, em trecho de sua fala, citou a importância do momento: “Caros alunos, neste memorável dia, perante seus pais, familiares e amigos; perante seus Comandantes, pares e subordinados; perante a simbólica presença do Duque de Caxias, nosso maior modelo de soldado e de cidadão; e, principalmente, perante a Bandeira sagrada da Pátria, você acaba de empenhar a sua honra, o seu sangue e o sacrifício supremo da sua vida pela defesa do Brasil. Que este juramento, simbolicamente renovado a cada 25 de agosto, seja sua estrela guia ao longo de sua vida de soldado, e que não se curve a outros interesses que não sejam os interesses maiores da Nação Brasileira…”.

Devido às restrições impostas pela emergência de saúde da COVID-19, o público do evento foi restrito. Todos os convidados passaram por triagem e seguiram as restrições sanitárias impostas. Foram evitadas aglomerações e, para a entrada no Pátio Agulhas Negras, apenas um familiar adentrou para participar do momento.

O prosseguimento

Ao concluírem o ano letivo, os 441 alunos da EsPCEx têm acesso garantido à Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende (RJ), onde continuarão a sua formação militar por mais quatro anos, quando serão declarados aspirantes a oficial do Exército.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *