Esquadrão Poti completa 38 anos

Esquadrão Poti completa 38 anos de serviçosO Segundo Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação, Esquadrão Poti, comemorou dia 15 de julho o seu 38º aniversário. Durante a cerimônia, foram entregues Prêmios Graduado e Praça Padrão, Menção de Destaque Logístico Prata, Prêmio de Segurança Operacional e Prêmio Piloto mais eficiente. Este é o primeiro aniversário celebrado na Base Aérea de Porto Velho. Anteriormente, o Esquadrão Poti era sediado na cidade de Recife.

Para o Segundo Sargento Mecânico de Aeronaves Wálber Fonseca Souza o Prêmio de Segurança Operacional marca o reconhecimento de todo uma carreira. “Ao longo desses quase vinte anos de vida militar este prêmio é um reconhecimento por fazer o que mais gosto com segurança que é a mecânica das aeronaves e divido este prêmio com todo meu esquadrão”. O Capitão Aviador Danilo Lopes Correia e Lima também foi agraciado com o Prêmio de Segurança Operacional. O Comandante do Esquadrão Poti, Tenente Coronel Aviador Cesar Faria Guimarães, enfatizou o apoio e acolhida dada pela Base Aérea de Porto Velho “Tivemos algumas dificuldades comuns com a mudança de sede que logo superamos, pois fomos bem recebidos na cidade e muito bem acolhidos pela Base Aérea de Porto Velho e hoje com o recebimento da nova aeronave temos condição plena de realizar nossa missão que é a de ataque, interceptação, escolta e patrulha aérea de combate. Realmente é uma emoção muito grande”. (BAPV/ FM)

MUDANÇA DE SEDE

Em 16 de dezembro de 2009, o Esquadrão recebeu as três primeiras unidades do AH-2 Sabre. Tal acontecimento histórico para a aviação brasileira, em especial para a Aviação de Asas Rotativas, marcou a concretização de anos de trabalho, dedicação e profissionalismo em prol do desenvolvimento das doutrinas citadas acima, e que agora seriam empregadas em uma plataforma concebida para o combate.

Durante todo o ano de 2010, devido aos processos de mudança de sede e implantação da nova aeronave, o Esquadrão operou com duas sedes, com parte dos seus militares deslocados em Porto Velho, alguns realizando a formação na aeronave em Torzhok, na Rússia, e os demais finalizando os trabalhos em Recife.

Assim, ao final de 2010 o Esquadrão despediu-se da cidade do Recife, passando a operar em definitivo na Base Aérea de Porto Velho, com todo o seu efetivo, a partir de 2011.

Atualmente, o 2º/8º GAV está subordinado operacionalmente à Segunda Força Aérea e  administrativamente à Base Aérea de Porto Velho. (BAPV/ FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *