FAB realiza cerimônia de imposição da OMA a Oficiais-Generais

FAB realiza cerimônia de imposição da OMA a Oficiais-Generais

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou, nesta quinta-feira (31/03), a cerimônia de imposição da Comenda da Ordem do Mérito Aeronáutico – Grau Grã-Cruz aos Tenentes-Brigadeiros do Ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros e Ricardo Augusto Fonseca Neubert. A solenidade foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, e contou com a presença dos Oficiais-Generais do Alto-Comando e Oficiais-Generais da Aeronáutica.

Na ocasião, o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior parabenizou os Oficiais-Generais pela mais alta distinção da Aeronáutica, ratificando a responsabilidade que ela traz e evidenciando que o Comando da Aeronáutica e o País contam com o melhor de suas capacidades de gestão e liderança em duas áreas de extrema sensibilidade: o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e a Secretária de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica (SEFA). “Independente dos naturais óbices que surgirem, mantenham-se focados nos objetivos; lembrem-se das palavras de Darwin, que já dizia… ‘não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas aquele que melhor se adapta às mudanças’, principalmente no cenário dinâmico que vivenciamos na FAB e no Brasil”, ressaltou.

O Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro Medeiros, ao receber a medalha e a condecoração, relembrou os 42 anos de serviço prestado à Força Aérea. “É uma alegria muito grande chegar ao último posto da carreira. É praticamente uma vida dedicada à Força Aérea Brasileira e atingir ao último posto significa que tudo aquilo que foi feito até agora, valeu à pena e valerá muito mais depois de hoje, com a possibilidade de poder contribuir, no mais alto grau de decisão da FAB para que a Instituição continue a cumprir a sua missão Constitucional, mas principalmente continue a contribuir para o crescimento do nosso País e, dessa forma da nossa sociedade”, declarou.

Já o Tenente-Brigadeiro Neubert, atual Secretário da SEFA, destacou a sua conquista como um momento único.” É um período muito sublime, porque passa um filme em nossa cabeça desde o ingresso, em Barbacena, na década de 80. E, após 42 anos, chegar ao último posto é algo inimaginável. Eu desejei e almejei, mas se não tivesse a vontade e o querer, seria muito difícil alcançar. Com esse reconhecimento, que veio de uma escolha do Alto-Comando da Força Aérea, vem junto uma responsabilidade muito grande, que é a de conduzir a Força Aérea em prol da sociedade brasileira”, pontuou.

OMA

A Ordem do Mérito Aeronáutico é uma distinção concedida aos militares da Aeronáutica Brasileira que tenham prestado notáveis serviços ao País, ou que se hajam distinguido no exercício da sua profissão; aos militares das Forças Armadas Nacionais e Estrangeiras que se tenham tornado merecedores de homenagem da nação brasileira e, particularmente, da Aeronáutica; aos cidadãos brasileiros e estrangeiros que se tenham destacado nas suas áreas de atuação a serviço da nação brasileira; e às Corporações Militares, Nacionais e Estrangeiras, suas bandeiras ou estandartes, por serviços ou ações que as recomendem ao reconhecimento da nação brasileira e, de modo particular, da Aeronáutica.

Fotos: Suboficial Manfrim / CECOMSAER

(CECOMSAER/fm)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *