Conferência de Ministros da Defesa das Américas discute programação da XV CMDA

Conferência de Ministros da Defesa das Américas discute programação da XV CMDA

Nos dias 30 e 31 de março, membros da Conferência de Ministros da Defesa das Américas (CMDA) reuniram-se, por videoconferência, para apresentar e aprovar a agenda temática e a programação oficial da XV CMDA, prevista para julho, em Brasília. O encontro contou com a participação de representantes de 19 países.

O Chefe de Assuntos Estratégicos do Ministério da Defesa (MD), General de Exército Eduardo Antonio Fernandes, é o Secretário-Geral da CMDA, por ser o Brasil o país anfitrião no biênio 2021-2022. Na abertura do evento, ele salientou que a reunião é a mais importante do hemisfério a nível de defesa e de segurança. “Estamos reunidos para preservar a democracia e destacar o papel principal que as forças militares exercem na defesa do Estado soberano”, enfatizou.

Os representantes dos Estados-membros discutiram as pautas que deverão constar da XV Conferência. Um dos temas aprovados foi “A atuação das Forças Armadas frente a fluxos migratórios”, apresentado pelo Capitão de Mar e Guerra Ciro de Oliveira Barbosa, gerente da Seção de Organismos Interamericanos (SOI) do MD. Ele enfatizou que o encontro “fomenta o debate e a troca de ideias, que auxiliam na melhoria da execução das tarefas das Forças”.

O gerente da SOI utilizou, ainda, a Operação Acolhida como exemplo de assistência emergencial. “Conseguimos distribuir os refugiados em 800 municípios do país, proporcionando regularização migratória, restabelecimento de laços familiares, imunização e residência temporária, bem como vagas de empregos”, pontuou.

Além do Brasil, participaram da conferência membros dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, El Salvador, Equador, Estados Unidos, Guatemala, Haiti, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname e Trindade e Tobago.

Propostas

Durante a reunião, a Bolívia foi anunciada como país-sede da XVI CMDA, bem como foram realizadas apresentações dos resultados dos temas “Mulher, Paz e Segurança”, “Ciber Defesa e Ciberespaço” e “ Cooperação em Assistência Humanitária e Socorro em caso de Desastres (HA/DR), debatidos no atual ciclo da Conferência.

Fórum internacional

A Conferência de Ministros de Defesa das Américas (CMDA) foi criada em 1995 com a finalidade de constituir-se em um fórum de debates para o intercâmbio de experiências entre os Ministros de Defesa do continente americano. A cada dois anos, o país-sede é alternado entre as 34 nações que compõem o fórum.

Por Carolina Militão
Foto: Igor Soares

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *