Torre do Relógio da Ceagesp é reinaugurada

Torre do Relógio da Ceagesp é reinaugurada

A Torre do Relógio da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), localizada na Zona Oeste da capital, foi revitalizada e reinaugurada nesta terça-feira (15). A Torre foi construída em 1964 e só ganhou o relógio em 1973, nove anos após a inauguração da companhia. Com 52 metros de altura, é considerada um símbolo marcante. O Presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia.

“Com o trabalho do coronel Mello Araújo (diretor-presidente da Ceagesp), dos seus assessores, da participação dos funcionários, com a participação do pessoal permissionário, dos caminhoneiros e, tantos outros, nós trouxemos para cá um ambiente de negócios sadio. Na ponta da linha, diminuiu o preço da mercadoria. Não tem mais desperdício. Está fazendo um brilhante trabalho de distribuição daquilo que não é necessário aqui”, destacou o Presidente Jair Bolsonaro, ao descerrar placa alusiva à reinauguração da Torre do Relógio.

Torre do Relógio da Ceagesp é reinaugurada

A Ceagesp, vinculada ao Ministério da Economia, é o terceiro maior centro atacadista de alimentos do mundo e o primeiro do Brasil e da América Latina. A companhia atua no atacado e varejo, com canais de distribuição da produção de frutas, legumes, verduras, flores, plantas e pescado para todo o país. A maior parte do que é consumido pelos brasileiros passa pela Ceagesp.

Segundo informações da companhia, são comercializados no Entreposto Terminal São Paulo, por ano, em média, 3,21 milhões de toneladas; e movimentados R$ 8,84 bilhões. O fluxo médio de pessoas por dia no local é de 50 mil; e de veículos, de 12 mil. De lá, os produtos saem para 1.500 cidades de quase todos os estados brasileiros; e chegam a 22 países.

Entrepostos do interior

A Ceagesp também mantém postos de silos e armazéns gerais no interior do estado de São Paulo. São 18 unidades ativas situadas em Araraquara, Avaré, Bauru, Botucatu, Fernandópolis, Palmital, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Joaquim da Barra, São José do Rio Preto, São Paulo, Tatuí e Tupã.

A rede opera com o armazenamento de grãos, como soja, milho e trigo, além de açúcar e produtos industriais diversos vindos do Brasil e do exterior. É a maior rede pública de armazenagem do estado de São Paulo e uma das maiores do país.

Juntas, as unidades da rede têm capacidade para estocar mais de 640 mil toneladas de produtos. Segundo a Ceagesp, os entrepostos do interior comercializam, por ano, 926,6 mil toneladas e movimentam um volume financeiro da ordem de R$ 2,26 bilhões. Pelos entrepostos da companhia, passam 30% de tudo o que é comercializado nas demais Ceasas do Brasil.

Programa social

Em 2003, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo criou o Banco Ceagesp de Alimentos, que faz parte do projeto social da empresa. A iniciativa tem como objetivo combater o desperdício de alimentos ao redirecionar frutas, legumes e verduras doados pelos comerciantes do local para entidades cadastradas que fazem atendimento a pessoas em situação de risco alimentar.

De acordo com a Companhia, o Banco Ceagesp de Alimentos já distribuiu mais de 1.000 toneladas de produtos para diversas entidades e outros bancos de alimentos do estado.

(PLANALTO/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *