Ministro prestigia formatura de Guardas-Marinha, na Escola Naval

Ministro prestigia formatura de Guardas-Marinha, na Escola Naval

Quase 3 mil pessoas acompanharam ao vivo, pelo canal da Marinha no Youtube, a Cerimônia de Declaração de Guardas-Marinha 2020, na manhã ensolarada deste sábado (12), em plena baía da Guanabara, na Ilha de Villegagnon, no Rio de Janeiro. O local, que é sede da Escola Naval da Marinha, teve os portões da instituição abertos para receber autoridades e formandos.

20201212_marinha1.jpeg

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, recepcionaram o Presidente da República, Jair Bolsonaro, que chegou pontualmente às 10h. O mandatário da Nação passou em revista o Grupamento Escolar e a cerimônia teve início com a entonação do Hino Nacional.

À frente do palanque das autoridades, no pátio central da escola, os 178 Formandos da Turma Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque, em seus uniformes brancos, perfilaram-se sobre o gramado e deram início ao ritual da formatura com a entrega dos espadins. Entre eles, 11 mulheres e um aspirante de Honduras. Durante os quatro anos do curso, eles eram Aspirantes e o espadim é o símbolo confiado a eles pela Marinha, quando logo que ingressaram na Escola, prestaram juramento à Bandeira Nacional.

20201212_marinha6.jpeg

Ao ler a Ordem do Dia, o Comandante da Escola Naval, Vice-Almirante Guilherme Costa, declarou Guardas-Marinha os aspirantes que concluíram com aproveitamento o ciclo escolar do curso de graduação. O responsável pela Escola destacou que após a formatura, os jovens militares passam a fazer parte “do núcleo dorsal da nossa Força”. Disse ainda que eles vão encontrar “uma nova “Marinha, diferenciada e enriquecida tecnologicamente”. Por isso, incentivou a continuarem aprimorando seus conhecimentos.

Logo em seguida, as platinas dos formandos foram trocadas por madrinhas e padrinhos, que se dirigiram aos Aspirantes. O momento de descontração, assim como todo o evento foi realizado com as adaptações necessárias e obedecendo às orientações de controle ao novo coronavírus. Por isso a cerimônia foi restrita a poucas pessoas.

A troca das platinas foi acompanhada por sobrevoo de aeronave AF-1, do Primeiro Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque da Marinha. Na cabine, pilotava um oficial formado pela Escola Naval. Durante toda a cerimônia, estavam fundeados ao largo da Ilha a Fragata União, o Navio Hidroceonográfico Faroleiro Almirante Graça Aranha e o Navio-Patrulha Oceânico APA. Outros meios, como helicópteros e viaturas foram dispostas nas imediações do Campo de Esportes da Escola.

20201212_marinha4.jpeg

Após a troca de platinas, o Ministro Fernando Azevedo acompanhou Presidente da República e o Comandante da Marinha na entrega das espadas, símbolo dos agora Guardas-Marinha, aos primeiros colocados dos Corpos da Armada, de Fuzileiros Navais e de Intendentes.

Já o Ministro Fernando Azevedo entregou o prêmio de honra ao mérito ao Guarda-Marinha João Paulo da Silva Rodrigues. Trata-se de honraria concedida pelo Ministério da Defesa. Em seguida, os paraninfos da turma entregaram as espadas para os demais formandos.

20201212_fotmaturafoto.png

Após os Guardas-Marinha prestarem o compromisso de Declaração perante a Bandeira Nacional, quando se comprometem a dedicarem-se inteiramente ao serviço da Pátria, ouviram as palavras do Comandante da Marinha. Ele destacou a presença “das 11 Guardas-Marinha, marcando a importante presença das mulheres nas nossas fileiras”. O Almirante Ilques dirigiu-se aos sentinelas do mar, e os estimulou a viverem “a ventura de ser Oficial de Marinha, mantenham o leme firme e sigam o rumo planejado. Tenham em mente que o bom marinheiro é formado enfrentando mar grosso e adversidades, transformando, sempre, desafios em oportunidades. Continuem serenos, firmes e perseverantes”.

Em seguida, o Presidente da República aproveitou para parabenizar os militares da Força Naval pelo Dia da Marinha, a ser comemorado no domingo (13). Ao dirigir-se aos fomandos, aconselhou: “Sejam fiéis a sua Pátria, aos seus valores e, assim, honrem ainda mais a Marinha do Brasil! Vocês integram uma grande família, chamada Forças Armadas, que é indispensável para o progresso, para a liberdade, para a democracia do País”, destacou Bolsonaro.

20201212_marinha2.jpeg

Os integrantes da Turma Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque realizarão, em 2021, o Ciclo Pós-Escolar da formação, com um ano de duração, que se encerrará com a viagem de Instrução a bordo do Navio-Escola “Brasil”, onde complementarão sua formação profissional-naval. A cerimônia foi encerrada com desfile do Grupamento Escolar em continência ao Presidente da República. Com a saída das autoridades, os formandos confraternizaram-se e receberam os cumprimentos dos parentes e amigos presentes.

20201212_fotmaturafoto2.png

Entre os pais muito emocionados, estava Marília da Silva, mãe do Guarda- Marinha filho Vinicius da Silva Santos, 23 anos. A carioca, de Jacarepaguá, orgulhosa pela conquista do rapaz, disse que este foi “um ano de vitória, apesar da pandemia trouxe uma grande conquista para meu filho, mas por mérito dele, que sempre estudou muito”. Ela contou que o filho entrou com 16 anos no Colégio Naval. ”Foram sete anos de muita dedicação, mas tenho certeza que, acima de tudo, nunca foi sorte, sempre foi Deus em nossas vidas!, agradeceu.

Entre as 11 mulheres que se formaram, Desirre Luize Brit dos Santos, 21 anos, do Corpo de Intendentes, assegurou que estava sentindo uma sensação indescritível. “É muita felicidade e ver a alegria dos meus pais me traz uma emoção muito forte”. Ela ingressou na Marinha influenciada pelo irmão, que é Tenente da Força. “Foi com estudo que consegui chegar até aqui”, comemorou a nova Guarda-Marinha. Sem esconder o orgulho pela conquista da filha e de acordo com os novos cuidados para o convívio social, os pais da formanda usavam máscaras com a foto da filha estampada.

20201212_marinha13.jfif

O evento ainda foi prestigiado pelas seguintes autoridades: o Secretário-Geral do Ministério da Defesa, Almirante de Esquadra, Almir Garnier Santos, o Governador em exercício do Rio de Janeiro, Claudio Bonfim, ministros como da Casa Civil, General Braga Netto, de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque, da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, o Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Bermudez, além do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, parlamentares e demais autoridades civis e militares.

Por Margareth Lourenço
Fotos: Igor Soares/MD

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *