434 Alunos da EsPCEx conquistam o sonho de prosseguir na carreira rumo à Academia Militar das Agulhas Negras

434 Alunos da EsPCEx conquistam o sonho de prosseguir na carreira rumo à Academia Militar das Agulhas Negras

Quando se juntaram às fileiras do Exército, no dia 15 de fevereiro de 2020, ao adentrarem o Portão das Armas da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), em Campinas, os alunos da Turma Bicentenário do General João Manoel Menna Barreto estavam dando o passo mais importante de suas vidas. Há quase um ano, decidiram, com coragem e determinação, perseguir seus ideais. Superaram os desafios do primeiro ano da carreira militar na EsPCEx e estão aptos a cruzar o portão dos novos cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) ainda mais convictos e vocacionados. A distância da família e dos amigos, a rotina da escola, os serviços de escala e os exercícios no terreno, entre inúmeros outros desafios, forjaram a união e a camaradagem da turma que está partindo para a AMAN.

Desde 10 de dezembro de 2020, 434 alunos, sendo 385 do sexo masculino e 49 do sexo feminino, integrantes da quarta turma mista do Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico do Exército Brasileiro iniciaram as atividades de encerramento do ano letivo.

O primeiro ato foi o tradicional descerramento da placa da turma, momento que eterniza a passagem pela “Casa Rosada”. Na sequência, ocorreu a cerimônia de assinatura do Livro de Honra e a entrega de prêmios aos mais bem classificados. O aluno Pedro Henrique Conegatto do Amaral foi o primeiro colocado em 2020. Demonstrando esforço, garra e bons resultados nas avaliações, foi agraciado com diversos prêmios. Finalizando as atividades, ocorreram a missa católica, o culto evangélico e a reunião espírita em ação de graças pelo encerramento de mais um ano.

No dia 12, a saída pelos portões da EsPCEx marcou um momento de alegria e de comemorações, mas também um momento de reflexão e de ansiedade devido ao passo dado na carreira rumo ao oficialato. Familiares, amigos, instrutores e integrantes da escola se emocionaram com a conquista dos alunos.

Nas mãos dos futuros cadetes, está o conhecimento técnico-profissional adquirido nas salas de instrução e nos exercícios no terreno. Em breve, eles terão a oportunidade de aprofundar os estudos e de escolher suas Armas, Quadro ou Serviço. Ao término, os futuros cadetes do Brasil entoaram a Canção da EsPCEx em homenagem à escola que os acolheu durante este ano.

Passagem de Comando da EsPCEx

Dando continuidade às atividades, o Comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Exército, Coronel Fabiano Espínola Araújo, entregou o comando da escola ao Coronel Flávio Moreira Mathias. A solenidade foi presidida pelo General de Exército Décio Luís Schons, Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, representando o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol.

O evento contou com a presença do Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos; e do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva; além de outras autoridades militares, de familiares e de amigos dos formandos.

As autoridades militares foram recepcionadas pela Guarda do Quartel e, em seguida, houve a inauguração do retrato do Coronel Espínola na galeria de fotos dos antigos comandantes. Na solenidade militar de passagem de comando, o Diretor de Educação Superior Militar, General de Divisão Jorge Cardoso Martins, fez a leitura da referência elogiosa concedida ao Coronel Espínola. Na sequência, houve a cerimônia de transmissão do cargo e a apresentação dos comandantes sucedido e sucessor ao General Cardoso Martins.

Devido à emergência de saúde da COVID-19, o público do evento foi restrito. Todos os convidados passaram por triagem e seguiram as restrições sanitárias impostas.

(CCOMSEX/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *