Novo caça multiuso, o Gripen F-39, é apresentado a autoridades em Brasília

Novo caça multiuso, o Gripen F-39, é apresentado a autoridades em Brasília

Um salto tecnológico para a aviação de caça: é o que representa a nova aeronave multimissão que agora integra a Força Aérea Brasileira, Gripen F-39. Nesta terça-feira (27), o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, participou de Workshop de apresentação da nova aeronave no Comando da Aeronáutica. Ele acompanhou o Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante o evento que contou com demais autoridades militares e civis.

Na ocasião, foram destacadas as características do caça multiuso e a sua importância para a indústria nacional. O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, enfatizou o interesse mútuo entre Brasil e Suécia em manter uma parceria industrial e tecnológica em matéria de defesa. “Essa parceria contribuirá para o fortalecimento de uma política de alianças estratégicas para viabilizar um projeto moderno, versátil e inovador”, disse.

MD_NOTICIAS_20201027_NOT06_FOT01.jpeg

O Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Major-Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta, explanou sobre o legado do Gripen para a Força Aérea e para o Brasil. “É uma aeronave que tem seus equipamentos no mais alto nível de tecnologia”, ressaltou.

MD_NOTICIAS_20201027_NOT06_FOT02.jpeg

Agora o Brasil integra o seleto grupo de cinco países que operam o Gripen: Tailândia, Suécia, República Tcheca, Hungria e África do Sul. Em 2022, a aeronave será produzida pela Embraer. O Gripen alcança 2.400 km/h, velocidade que representa duas vezes a velocidade do som. A aeronave possui funções de patrulha e ataque, além de fazer operações contra alvos marítimos.

MD_NOTICIAS_20201027_NOT06_FOT03.jpeg

Por Mariana Alvarenga
Fotos: Alexandre Manfrim e Isaac Nóbrega/PR

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *