Ministro da Defesa participa de eventos em homenagem aos precursores paraquedistas

Ministro da Defesa participa de eventos em homenagem aos precursores paraquedistas

Uma especialidade que, cada vez mais, tem demonstrado sua importância no âmbito das operações especiais é a de precursor paraquedista. Nesta quinta-feira (15), o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, participou de dois eventos que evidenciaram a relevância dos precursores paraquedistas: a inauguração da Colina dos Precursores e o encerramento do Simpósio dos Precursores Paraquedistas. Os eventos ocorreram no Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil, localizado na Vila Militar, no Rio de Janeiro.

MD_NOTICIAS_20201015_NOT03_F01.jpeg

Inauguração da Colina dos Precursores
Na ocasião, foi realizada a solenidade de inauguração da Colina dos Precursores, que recebeu o nome de Coronel Gilberto Antônio Azevedo e Silva. Ele foi instrutor do curso de precursores e recebeu a importante missão de montar o primeiro curso de operações especiais do Exército Brasileiro.

MD_NOTICIAS_20201015_NOT03_F02.jpeg

Na cerimônia, que contou com a presença de precursores de diferentes épocas, foi descerrado um busto em homenagem ao Coronel Gilberto junto com o capacete originalmente utilizado por ele.

MD_NOTICIAS_20201015_NOT03_F03.jpeg

Sobre a homenagem, Azevedo afirmou: “Para mim, é motivo de orgulho e de emoção ver a inauguração da Colina dos Precursores, que leva o nome do Coronel Gilberto Antônio Azevedo e Silva – Forças Especiais número 01, precursor número 08 – por coincidência meu querido e amado pai. Fico muito emocionado com essa justa homenagem que vai ficar eternizada aqui.”

MD_NOTICIAS_20201015_NOT03_F04.jpeg

Simpósio dos Precursores
O ministro também foi convidado para realizar o encerramento do simpósio, que iniciou na última terça-feira (13). O evento foi organizado pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx) e teve como objetivo principal a revisão e atualização do perfil profissiográfico do precursor paraquedista no contexto do processo de transformação do Exército Brasileiro em curso. Os trabalhos foram desenvolvidos dentro de princípios de racionalização e de conceitos do planejamento baseado em capacidades, que permitem a ampliação do emprego desse especialista em proveito de tropas de diversas naturezas, incluindo o uso em conjunto com outras forças de operações especiais das Forças Singulares.

MD_NOTICIAS_20201015_NOT03_F05.jpeg

Em seu discurso de encerramento, o Ministro relembrou sua relação pessoal com o paraquedismo precursor e apontou como conhecer a história dessa especialidade é importante, tanto porque está repleta de exemplos de militares notáveis, quanto porque deu origem a diversas vertentes de atuação do Exército Brasileiro.

Quem são os precursores
Os precursores paraquedistas são capacitados para atuar em qualquer território, realizando infiltrações em ambiente inimigo hostil ou negado em prol das Operações Especiais. Essa especialização vem, desde 1951, elevando o nome do Exército no Brasil e no mundo.

O curso possui características peculiares, sendo o pioneiro das Operações Especiais no Exército Brasileiro, consagrando-se, assim, como o berço das tropas especiais do Exército. Com a crescente evolução de suas competências, as equipes de Precursores Paraquedistas têm sido empregadas em variadas missões, de acordo com a necessidade do alto comando.

Por Tenente Carlôto
Fotos: Suboficial Manfrim/MD

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *