Comando do 7º Distrito Naval participa de ações da Operação “Verde Brasil II”

Comando do 7º Distrito Naval participa de ações da Operação “Verde Brasil II”

O Comando do 7º Distrito Naval, por meio da Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT) e do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (GptFNB), realizou ações efetivas no combate aos focos de incêndios florestais e crimes ambientais, em Tocantins, no mês de setembro.
Com o fim do período de chuvas, que se caracterizou por uma baixa intensidade atípica, e o início do período seco amazônico, os focos de incêndios se intensificam por todo estado do Tocantins, demandando diversas ações de enfrentamento a essas ocorrências na região, além da necessidade de promoção da conscientização ambiental das comunidades.
A CFAT, reforçada por um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, pertencente ao GptFNB, combateu, no dia 28 de setembro, um incêndio florestal às margens da TO-010, entre Palmas e Lajeado, apoiando o Comitê do Fogo do Estado do Tocantins (Órgãos Ambientais, Defesa Civil e Segurança Pública).
Já no dia 29, a Capitania apoiou Órgãos Ambientais e de Segurança Pública nas ações de combate aos crimes ambientais, no lago formado pela Usina Hidrelétrica Luís Eduardo Magalhães, no trecho entre as cidades de Palmas e Porto Nacional (TO). Participaram das atividades integrantes do Instituto Natureza do Tocantins – NATURATINS e do Batalhão da Polícia Militar Ambiental. Durante as fiscalizações feitas nas embarcações foram apreendidas aproximadamente 1.200 metros de rede de pesca, além de tarrafas.
As ações fazem parte da Operação “Verde Brasil II”, que busca combater delitos ambientais e fomentar a conscientização ambiental em comunidades da região.
(CCSM/FM)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *