Ministro da Defesa participa de Conferência de Segurança Internacional

Ministro da Defesa participa de Conferência de Segurança Internacional

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, participou, nesta quinta-feira, da XVll Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana, promovida pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI). Em formato virtual e gratuito, a Conferência tem como tema “Novas Fronteiras e Soberania frente aos Desafios Globais”.

O Ministro participou da abertura do evento e destacou a importância da dissuasão e da presença das Forças Armadas em todo o território brasileiro. “Temos a 5ª maior população mundial, mais de 16.000 km de fronteiras e 22 milhões de Km² de vigilância aérea para cumprir. Por isso, precisamos ter uma estratégia simples, mas objetiva, para atuar em um País tão rico”, afirmou.

Desafios globais

Azevedo ressaltou que Marinha, Exército e Aeronáutica estão sempre preparadas para cumprir sua missão constitucional e atuar nas mais diversas vertentes. O Ministro fez um balanço das Operações Covid-19, Verde Brasil 2 e Pantanal, além de destacar a importância das Operações Conjuntas e Interagências.

Fernando Azevedo afirmou que as Forças Armadas são fundamentais para o desenvolvimento do País. “Nós conduzimos diversas ações como, por exemplo, o Programa Forças no Esporte (Profesp), o Projeto João do Pulo (PJP), o Projeto Rondon, além de inúmeras ações humanitárias em todo o Brasil, que beneficiam milhares de pessoas. As Forças Armadas são um patrimônio da nação brasileira”, declarou.

O Ministro mencionou, também, a importância dos Projetos Estratégicos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica voltados para os setores nuclear, cibernético e espacial, previstos na Estratégia Nacional de Defesa. “O papel do Ministério da Defesa é impulsionar as nossas Forças Armadas”, finalizou.

Cooperação Internacional

Durante a transmissão ao vivo, o Assessor Especial do Ministro da Defesa e porta-voz da pasta, Vice-Almirante Carlos Chagas, falou sobre a participação brasileira em Operações de Paz. “Continuamos com uma contribuição decisiva em todo o mundo. Atuamos na MINUSTAH (Missão de Paz das Nações Unidas no Haiti) e, recentemente, na Força Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM – UNIFIL). Reforçamos o comprometimento com os órgãos mundiais de paz”, ressaltou.

O porta-voz salientou a importância da sinergia brasileira com a União Europeia: “Se olharmos os nossos principais projetos de cooperação, militares e tecnológico-militares, eles estão com países que fazem parte da União Europeia. Nós temos um grande apreço por essa cooperação”, concluiu.

Conferência de Segurança Internacional Forte de Copacabana

Resultado de uma parceria entre o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Fundação Konrad Adenauer (KAS), a Conferência de Segurança Internacional Forte de Copacabana é o principal fórum sobre segurança internacional da América Latina. Neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento realiza a sua primeira edição virtual, nos dias 24 e 25 de setembro.

A 17ª edição da conferência tem por objetivo difundir e aprofundar o debate sobre os conceitos de soberania e fronteira. Além disso, promove o diálogo entre América Latina e Europa e fortalece a cooperação internacional.

Por Laylla Nepomuceno
Fotos: Divulgação

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *