Exército assume construção de trecho ferroviário no oeste baiano

Exército assume construção de trecho ferroviário no oeste baiano

O Exército Brasileiro assumiu a construção de 18,34 quilômetros de ferrovia, no Lote 6 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, a FIOL, entre os municípios do oeste baiano de Bom Jesus da Lapa e São Desidério. A parceria, com a Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A., foi firmada no dia 11 de setembro, com a assinatura da Ordem de Serviço durante evento, no Lote 7 da FIOL, em São Desidério.

MD_NOTICIAS_20200911_NOT03_F01.jpeg

A solenidade foi prestigiada pelo Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, que acompanhou o Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a cerimônia. O contrato foi assinado pelo Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; pelo Comandante Militar do Nordeste, General de Exército Marco Antônio Freire Gomes; pelo Chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Exército Júlio Cesar de Arruda; e pelo Diretor-Presidente da Valec, André Kuhn. Outras autoridades militares estavam presentes, entre as quais o Ministro do Gabinete Institucional, Augusto Heleno, e o Ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

No prazo de dois anos, a Engenharia do Exército construirá o trecho ferroviário que vai empregar a força de trabalho de mais de 300 militares e civis, além de cerca de 200 equipamentos e viaturas. Na primeira fase da operação, serão realizados os serviços preliminares, até o término da infraestrutura, e, na segunda fase, os serviços de superestrutura da obra.

A operação contará com a atuação de diversas Organizações Militares do Comando Militar do Nordeste, em especial do 1º Grupamento de Engenharia, com sede em João Pessoa, na Paraíba, na coordenação da obra. O 4º Batalhão de Engenharia de Construção, em Barreiras, na Bahia, será o executor responsável, contando, também, com o apoio do 7º Batalhão de Engenharia de Combate, em Natal, Rio Grande do Norte, na construção das pontes de equipagem, e do 2º Batalhão Ferroviário, sediado em Araguari, Minas Gerais, na execução da superestrutura da ferrovia.

Com informações do 1º Grupamento de Engenharia
Fotos: divulgação Secom/PR e Valec

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *