18 de setembro: Data celebra os Símbolos Nacionais

18 de setembro: Data celebra os Símbolos Nacionais

No dia 18 de setembro comemora-se o Dia dos Símbolos Nacionais, data que homenageia a Bandeira Nacional, as Armas Nacionais, o Hino Nacional e o Selo Nacional. Esses itens são manifestações gráficas e musicais que representam o Brasil, dentro e fora do território, refletindo a história e a cultura brasileira. Mostram a soberania do País e transmitem o sentimento de união nacional.

Cultuar os Símbolos Nacionais é uma das práticas relacionadas ao civismo, um dos valores militares. Sempre presentes nas cerimônias do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, os Símbolos Nacionais fortalecem o espírito cívico.

Confira um pouco da história de cada um deles:

Bandeira Nacional

A Bandeira Nacional, na forma como figura hoje, foi instituída em 1889, adotada após a proclamação da República. Foi projetada pelos filósofos Miguel Lemos e Raimundo Teixeira Mendes, também matemático, pelo astrônomo Manuel Pereira Reis e pelo pintor Décio Vilares.

Além de representar os estados brasileiros, a constelação na esfera azul também marca o céu do Rio de Janeiro às 8h30 da manhã do dia 15 de novembro de 1889. A única estrela acima do lema Ordem e Progresso representa o Pará, que na época era o estado com a capital mais ao norte do País. É hasteada diariamente no Ministério da Defesa, bem como nos demais prédios públicos e palácios.

Hino Nacional Brasileiro

Sempre presente nas solenidades militares, o Hino Nacional Brasileiro tem a música composta pelo violoncelista Francisco Manuel da Silva e a letra, pelo poeta Joaquim Osório Duque Estrada. Já foi denominado Hino 7 de abril, graças à data da abdicação do Imperador Dom Pedro I. A oficialização de letra e música deu-se em 1970, pela Lei 5.700.

Armas Nacionais

Criadas na mesma data da Bandeira Nacional, as Armas, ou Brasão Nacional, representam glória, honra e nobreza do Brasil. Foram desenhadas pelo engenheiro Artur Zauer, por encomenda do primeiro Presidente do Brasil, Marechal Deodoro da Fonseca. São formadas por um escudo circular sobre uma estrela verde e amarela de cinco pontas. Em seu centro, há a representação do Cruzeiro do Sul com uma espada. Nas laterais, um ramo de café, à esquerda, e um de fumo, à direita. A data que aparece nas Armas é a da proclamação da República.

Selo Nacional

O Selo Nacional é usado para autenticar atos de governo, diplomas e certificados expedidos por escolas oficiais ou reconhecidas. Baseado na esfera da Bandeira Nacional, é caracterizado por um círculo, representando uma esfera celeste com os dizeres “República Federativa do Brasil”.

Por Mariana Alvarenga
Foto: Divulgação

(MD ASCOM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *