Aeronáutica, Ministério da Defesa — 21 de dezembro de 2017 6:39 pm

Força Aérea Brasileira comemora 144º aniversário de Santos Dumont com a entrega de medalhas

O 144º aniversário de Santos Dumont, patrono da Aeronáutica brasileira, foi comemorado no dia 20 de julho, em Brasília, na Ala 1 (Base Aérea), com a entrega de medalha em homenagem ao pai da aviação. A solenidade teve a participação do Ministro da Defesa, Raul Jungmann, do comandante da Aeronáutica, brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, de embaixadores e personalidades civis e militares.

O ministro Jungmann foi recepcionado pelo comandante da Ala 1, brigadeiro Ary Soares Mesquita e passou em revista à tropa. Na sequência, após o hasteamento da insígnia Marechal do Ar, o brigadeiro Rossato fez a leitura da Ordem do Dia.

Em suas palavras, o Comandante da Aeronáutica lembrou que Santos Dumont inseriu o Brasil no rol dos países que realizaram grandes invenções. “Santos Dumont tem um significado especial, não só para a Força Aérea, mas para a aeronáutica brasileira, ou seja, para aviação civil e militar”, comentou o comandante.

O brigadeiro Rossato ainda citou a criação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), na década de 50. O marechal Casimiro Montenegro, patrono da Engenharia da Força Aérea Brasileira, afirmava que um país sem tecnologia não teria soberania, iniciando, assim, a capacitação no setor aeroespacial e seguindo os passos de inovação de Santos Dumont.

Em parceria com o Ministério da Educação, em 2017, encontra-se em andamento o projeto de expansão do ITA, que ampliará a capacidade do Instituto de 770 para mais de 1200 alunos, após aprovados em concurso anual.

Criada em 1956, durante as comemorações do cinquentenário do voo do 14-BIS, a comenda é um reconhecimento aos militares da Força Aérea Brasileira que se destacaram no exercício da profissão; aos militares das Forças Armadas nacionais ou estrangeiras, credores dessa homenagem; e aos cidadãos brasileiros ou estrangeiros que prestaram relevantes serviços à Aeronáutica.

O ministro Raul Jungmann, ao lado do brigadeiro Rossato, participou da entrega da condecoração, cumprimentando os homenageados. Entre eles, o chefe de gabinete do Comando da Marinha, almirante José Augusto Vieira. “Muito me dignifica o recebimento dessa medalha, que representa não só o passado, mas o futuro da Força Aérea, muito bem conceituada no mundo”, disse o almirante.

Pérola Mourão, servidora do Ministério da Defesa, lembrou que o momento é importante para resgatar os valores deixados por Santos Dumont. “Essa é uma medalha muito especial para a Força Aérea, ela alude a um espírito de inventividade, de superação de desafios. É um momento em que a gente se reúne para relembrar a importância desses valores e não deixar que esse espírito se perca”, contou a servidora ao receber a medalha.

O coronel do Exército, Ribeiro Rocha, que foi adido militar da Força Aérea na Alemanha, sentiu-se honrado com a medalha. “É como se fosse um reconhecimento do trabalho que executei na Alemanha, representando a Força Aérea. O Santos Dumont é um expoente na nossa nacionalidade, é um exemplo de progresso, de acreditar que tudo é possível”, ressaltou.

Ao todo, 181 personalidades foram agraciadas em Brasília. Embaixadores, ministros de Estado, militares das Forças Armadas e civis de diversas organizações. Além da capital federal, a solenidade ocorreu em 23 cidades do Brasil e 24 países. No total, foram 663 condecorados.

Foto:  Sgt Manfrim/MD

(MD ASCOM/ FM)

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg

Deixe uma resposta

— required *

— required *