Aeronáutica, Ministério da Defesa — 23 de novembro de 2017 7:39 pm

Panorama Militar

Ministro Raul Jungmann afirma em cerimônia “As Forças Armadas são um ativo democrático”

Como parte da comemoração dos dezoito anos de criação do Ministério da Defesa – completados no próximo dia 10 – o órgão realizou uma cerimônia de entrega de comendas no dia 08 de junho. A Medalha Ordem do Mérito da Defesa foi criada em 2002 e, neste ano, agraciou 333 civis e militares, além de cinco instituições – entre elas, a Ala 3, unidade da Força Aérea Brasileira (FAB) localizada em Canoas (RS).
Na mensagem enviada, o Presidente da República, Michel Temer, destacou a atuação da pasta na criação de documentos importantes para balizar a Defesa no País: a Política Nacional de Defesa, a Estratégia Nacional de Defesa e o Livro Branco. Todos eles, segundo o Presidente Temer, fruto do diálogo inclusivo e democrático com todos os setores da sociedade. “A história do Ministério da Defesa é curta, mas longa e rica em realizações”, disse.
O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, falou sobre a diversidade de atuação das Forças Armadas e da importância do trabalho conjunto. Destacou o papel da Base Industrial de Defesa (BID), que gera 60 mil empregos diretos e 140 mil indiretos. Também afirmou que o Ministério da Defesa é o maior contratante individual de tecnologia e inovação do País.
Falou, ainda, sobre a atuação dos militares na fronteira brasileira, que é a terceira maior do mundo, sobre as missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) e o apoio da FAB no transporte de órgãos para transplante, entre outras ações da Defesa em prol dos brasileiros. “As Forças Armadas são um ativo democrático. Dentro da Constituição, tudo; fora da Constituição, nada”, ressaltou o Ministro Jungmann.
Entre os agraciados com a Ordem do Mérito da Defesa estiveram militares da Força Aérea Brasileira. O Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Egito do Amaral, Comandante de Preparo da instituição, destacou que os dezoito anos do Ministério têm um simbolismo em nossa sociedade e representam a consolidação do trabalho integrado das Forças Armadas. “Sinto-me honrado em fazer parte deste momento histórico de consolidação e crescimento do Ministério da Defesa”, afirmou o oficial-general.
Outro agraciado foi o Major-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER). Ele destacou que a data e a comenda reforçam a importância do trabalho conjunto entre as Forças. “Pensarmos e atuarmos de forma integrada é essencial. Juntos somos mais fortes”, disse.

(CECOMSAER/ FM)

Coelho/ ESG 95

Deixe uma resposta

— required *

— required *