Aeronáutica, Ministério da Defesa — 21 de novembro de 2017 7:12 pm

Ministério da Defesa lança livro “Defesa & Meio Ambiente”

Com a proximidade do Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06), o Ministério da Defesa lançou, na manhã de 02 de junho, o Livro “Defesa & Meio Ambiente”. A solenidade ocorreu às 10h, no Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM), em Brasília.
Popularmente conhecido como “Livro Verde”, o documento é uma coletânea realizada pelo Ministério da Defesa, em parceria com a Marinha, o Exército e a Aeronáutica, sobre a temática do meio ambiente. O objetivo do livro foi reunir e divulgar as boas práticas de gestão ambiental executadas pelo MD, assim como demonstrar a preocupação das Forças Armadas em conciliar o treinamento de suas tropas com a preservação do meio ambiente.
O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, abriu o evento. Logo após o lançamento, ocorreu a distribuição dos livros para as autoridades e o público presente. Durante a cerimônia, estiveram presentes representantes das três forças, como o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato; o Secretário Geral do Ministério da Defesa, General-de-Exército, Joaquim Silva e Luna; o Secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente, Marcelo Cruz; além de demais autoridades, como o substituto do Presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Luciano Evaristo; o Diretor Geral do CENSIPAM, Rogério Guedes Soares; oficiais-generais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica; e o Ministro do Superior Tribunal Militar, José Barroso Filho.
Em seu discurso, Jungmann destacou que a função da Defesa, na proteção do território nacional, inclui a proteção ao meio ambiente. “O meio ambiente significa a defesa para as futuras gerações. Não podemos legar águas e atmosfera poluídas, florestas devastadas, mudanças climáticas. O significado do lançamento do livro segue o caminho da defesa do futuro da humanidade”, completou.
Ao final da solenidade, o ministro anunciou uma futura regulamentação que deve ser definida em decreto para criação de áreas de proteção militar. “Uma nova categoria será criada. As áreas militares especialmente protegidas irão representar maior segurança jurídica, além de ampliar o patrimônio ambiental protegido do Brasil”, revelou.


A inter-relação das Forças Armadas na estratégica de defesa do meio ambiente também foi destaque, como a atuação da Marinha nas reservas oceânicas, marítimas e fluviais e a defesa das aeronaves, satélites sob responsabilidade da Força Aérea Brasileira (FAB).
O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Rossato, também analisou a importância da grande área de extensão, sob responsabilidade da Força Aérea Brasileira e do papel de defesa na área preservada. “Temos imensas áreas que foram preservadas ao longo de décadas, como a região da Serra do Cachimbo, de 2 milhões e 200 mil hectares de extensão, e a área da Barreira do Inferno. Temos unidades para abrigar instalações e áreas de treinamento e quando nosso perímetro é invadido, cuidamos da defesa junto à Polícia Federal e ao IBAMA”, explicou.
Além da versão impressa realizada em material sustentável, o documento terá versão digital que ficará disponível para acesso no site do Ministério da Defesa. Vale lembrar que o Livro Defesa & Meio Ambiente vem integrar a já existente tríade de documentos oficiais do Ministério da Defesa – Estratégia Nacional de Defesa (END), Política Nacional de Defesa (PND) e Livro Branco de Defesa Nacional (LBDN).

(CECOMSAER/ FM)

Deixe uma resposta

— required *

— required *