Aeronáutica, ESG, Exército — 5 de maio de 2017 5:59 pm

Comandante do Exército General de Exército Eduardo Villas Bôas e o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Rosato, ministram palestras para o Curso Superior de Defesa

Comandante do ExErcito

O Comandante da Escola Superior de Guerra (ESG), Tenente-Brigadeiro do Ar Rafael Rodrigues Filho, recebeu na ESG, no dia 13 de março de 2017, o Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, que ministrou uma palestra para o Curso Superior de Defesa (CSD), do qual fazem parte os estagiários desta Instituição de Ensino, os alunos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) e da Escola de Guerra Naval (EGN).
Na oportunidade, o General Villas Bôas discorreu sobre o tema “A Atuação do Comando do Exército e seus Projetos Estratégicos”, quando expôs o dever de mostrar para a sociedade a importância das Forças Armadas no Brasil, visto que não existe percepção de ameaça contra a Soberania Nacional. Abordou as principais operações realizadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO), salientou a necessidade da presença do Exército ao longo da fronteira e sua atuação em ações subsidiárias, como a Operação PIPA, que leva, há cerca de 14 anos, água às regiões de seca.
O Comandante do Exército ressaltou, ainda, a necessidade de desenvolvimento de projetos tanto na área de sistemas, quanto na área industrial, além da importância da educação nas escolas militares, formando profissionais comprometidos com a instituição e os valores da profissão.

Foto: ESG

(ESG ASCOM/ FM)

A Escola Superior de Guerra (ESG) recebeu, no dia 14 de março de 2017, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, que ministrou uma palestra para o Curso Superior de Defesa (CSD), do qual fazem parte os estagiários desta Instituição de Ensino, os alunos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) e da Escola de Guerra Naval (EGN).

Comandante da Aeronautica

O Brigadeiro Rossato discorreu sobre o projeto desenvolvido pela Aeronáutica, visando à modernização da estrutura administrativa e operacional da Força; destacou os principais projetos estratégicos e a expectativa para os próximos anos; citou a importância da conscientização, por parte da sociedade brasileira e dos setores governamentais, sobre as Forças Armadas no que tange à manutenção da soberania e o controle do espaço aéreo nacional e os recursos financeiros que afetam diretamente a manutenção das horas de voo.
O Comandante relembrou a formação da Força Aérea Brasileira, que hoje atua na Defesa e no Controle do Espaço Aéreo, bem como de forma a integrar a população brasileira. Concluiu abordando a crescente necessidade de utilização do Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) e satélites.

O curso

O CSD, composto por 184 integrantes em 2017, destina-se a preparar civis e militares das Forças Armadas, das Forças Auxiliares e das Nações Amigas, para o exercício de funções de assessoramento de alto-nível, que envolva assuntos de defesa, tanto no âmbito do Ministério da Defesa (MD), como nos demais órgãos governamentais de interesse da Defesa Nacional, promovendo a interação entre os integrantes dos Cursos de Altos Estudos realizados pelas Forças Armadas e pela ESG.

Foto: ESG

(ESG ASCOM/ FM)

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg

Deixe uma resposta

— required *

— required *