Aeronáutica, Ministério da Defesa — 20 de abril de 2017 3:39 pm

Força Aérea Brasileira realizou 48 missões em seis dias no Chile

Forca

Em seis dias de trabalho, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou 48 missões para atender a ajuda internacional, prestada pelos Ministérios de Relações Exteriores e da Defesa, à situação de emergência causada pelos incêndios no Chile. Esse número é um recorde nesse tipo de missão, segundo a FAB.
Uma aeronave C-130 Hércules, desde o dia 30 de janeiro, atuou na região. Foram mais de 500 mil litros de água lançados sobre os focos de incêndio localizados em Bío-Bío, principalmente.
Segundo o piloto do 1º Grupo de Transporte de Tropa (GTT), capitão Rafael Portella Santos, nunca foi realizada quantidade tão elevada de saídas.”Nem em atividades de formação das tripulações, tampouco em operações reais. Nossa última missão foi em Lençóis, na Bahia, em dezembro de 2015; e antes houve também em Brasília”, explicou.
O esforço dos militares brasileiros, que estavam no Chile, sem previsão de retorno, foi muito reconhecido pela população local. “As pessoas nos param na rua para agradecer, comentam de algum amigo que mora perto de um foco de incêndio e nós passamos por lá e conseguimos apagar”, contou o capitão.
“Vocês chegaram como anjos para apagar o fogo e trazer esperança e alívio para nós”, disse o empresário Rafael López Faúndez.
Cláudia Maria da Penha Souza, que é brasileira, mas mora no Chile há 20 anos, diz que o incêndio foi devastador e a população local estava sem esperanças. “Quando vi na televisão que o Hércules viria, foi uma grande emoção, pois a sensação que tinha era de que o Chile ia desaparecer. Nunca vou esquecer que o meu País, o Brasil, veio nos socorrer”, relatou.

Foto:  Divulgação Agência Força Aérea/MD

(MD ASCOM/ FM)

  • Compartilhar:
  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • Digg

Deixe uma resposta

— required *

— required *