Ministério da Defesa — 19 de maio de 2016 8:29 pm

Militares brasileiros se preparam para integrar contingente no Haiti

pag 6 1

O Ministério da Defesa recebeu, na última semana de janeiro, 32 militares que irão integrar o 24° contingente da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah), para uma série de palestras sobre as futuras atividades que irão desempenhar. No dia 25 de janeiro, eles conheceram a estrutura do Ministério da Defesa, as atribuições da pasta, as subchefias e a situação da política externa brasileira no Haiti.
“É uma missão extremamente complexa, estamos fora de casa e algumas intercorrências acontecem. Mas, estamos lá para participar e resolver os problemas do Haiti”, afirmou o Vice-Chefe de Operações Conjuntas (Choc), Brigadeiro Carlos Augusto Amaral Oliveira, na abertura do evento.
Amaral acrescentou que a missão de paz no Haiti é um sucesso. “Nós cumprimos a missão, com parcimônia, equilíbrio e profissionalismo e possuímos uma boa integração com a sociedade local”, disse.
O Subchefe de Operações de Paz, Brigadeiro Tarcisio de Aquino Brito Veloso, destacou, em sua palestra, a estrutura do Ministério da Defesa e os principais aspectos vinculados à participação brasileira nas Operações de Paz no Haiti.
Para ele, a tropa brasileira é um diferencial na missão. “Além do bom preparo, a tropa brasileira é fraternal. Hoje, nós brasileiros participamos de 11 missões de paz, e as que nos colocam em maior evidência é a Minustah e a da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil).”
Após a semana de reuniões no Ministério da Defesa, os militares vão participar de um estágio preparatório no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), no Rio de Janeiro. A instituição prepara brasileiros e estrangeiros para missões no exterior.
O contingente brasileiro é composto por 970 militares do Batalhão Brasileiro de Força de Paz (Brabat), que conta com um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais (GptOpFuzNav), da Marinha do Brasil, e da Companhia de Engenharia (Braengcoy). A partir de junho, a tropa estará sob a coordenação do Coronel do Exército José Arnon dos Santos Guerra. É a segunda vez que ele passará pelo Haiti.
Os rodízios entre os contingentes são realizados a cada seis meses, e o grupo que está em preparação iniciará a troca no dia 16 de maio deste ano. O Brasil participa da Minustah desde 2004.

Características

O Haiti tem uma área de 27.750 Km², aproximadamente do tamanho do Estado de Alagoas. O país possui 360 km de fronteira com a República Dominicana. Atualmente, é a nação mais pobre do hemisfério ocidental com uma população de 10,3 milhões de habitantes, sendo que 80% deles vivem na pobreza absoluta e a expectativa de vida local é de 60 anos. A língua oficial do país é o creole-dialeto que mistura as línguas africana, francesa, inglesa e espanhola.

Foto: Gilberto Alves/ MD

(MD ASCOM/ FM)

Deixe uma resposta

— required *

— required *