Marinha do Brasil recebe visita do Chefe de Operações Navais dos Estados Unidos da América

Marinha do Brasil recebe visita do Chefe de Operações Navais dos Estados Unidos da América

De 10 a 12 de agosto, a Marinha do Brasil recebeu no Rio de Janeiro o Chefe de Operações Navais (CNO) da Marinha dos Estados Unidos da América, Almirante-de-Esquadra Gary Roughead, que foi recepcionado pelo Comandante da Marinha do Brasil, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto.

O Comandante de Operações Navais da Marinha do Brasil, Almirante-de-Esquadra João Afonso Prado Maia de Faria, acompanhou o Almirante Roughead nas visitas. No período que esteve no País, o Almirante reuniu-se com o Ministro da Defesa, Celso Amorim, e diversas autoridades da Marinha do Brasil para tratar de questões comuns às duas Marinhas. Foram selecionados alguns locais para visitação: Comando-em-Chefe da Esquadra, Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, Fragata “Constituição” e Comando da Divisão Anfíbia. O propósito das visitas foi proporcionar conhecimentos adicionais sobre a Força e seus meios.

No primeiro dia no Rio de Janeiro, o Almirante Gary Roughead foi condecorado com a Ordem do Mérito Naval, medalha que destina-se a premiar os militares da Marinha que se houverem distinguido no exercício da profissão e, excepcionalmente, as organizações militares e instituições civis, nacionais e estrangeiras,  suas bandeiras ou estandartes, assim como personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, que prestarem relevantes serviços à Marinha do Brasil.

Marinha do Brasil recebe visita do Chefe de Operações Navais dos Estados Unidos da América
Almirante-de-Esquadra Prado Maia recebe Almirante Roughead no simulador de Passadiço do Centro de Adestramento com o Almirante Marques de Leão

A cerimônia de imposição da condecoração foi seguida de uma coletiva de imprensa. Na ocasião, o Almirante Roughead afirmou ter muito respeito e admiração pela Marinha do Brasil. “Desejo que continuemos trabalhando juntos, pois temos muito em comum e um ótimo relacionamento. A cooperação entre as Marinhas é extraordinária e com essa nossa relação daremos a segurança necessária aos nossos mares”.

Acompanhado pelo Almirante-de-Esquadra Prado Maia, pelo Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante-de-Esquadra (FN) Marco Antonio Correa Guimarães, e pelo Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Fernando Antonio de Siqueira Ribeiro, o CNO norte-americano conheceu o Comando da Divisão Anfíbia, onde acompanhou uma demonstração anfíbia de desembarque de diversos meios de combate, realizada na área do 1º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais, e uma simulação de resgate de refém, realizada pelo Grupo Especial de Retomada e Resgate do Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais, com emprego de aeronaves da Força Aeronaval.

Ao final da visita, o Almirante Roughead acompanhou, com o Comandante da Marinha, a demonstração de uma unidade anfíbia com cerca de 800 militares, que desfilaram os meios e equipamentos empregados por um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais. (CCSM/FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *