8ª Reunião do Comitê dos Chefes dos Estados-Maiores das Forças Singulares

 reunião do comitê dos chefes dos estados Com o objetivo de discutir a integração das três Forças Sin­gulares na pesquisa, desenvolvi­mento e possibilidade de compra de armas leves, priorizando a aquisição em empresas nacionais, os integrantes do Comitê dos Chefes dos Estados-Maiores das Forças Singulares reuniram-se no dia 8 de junho, no Ministério da Defesa.

As discussões foram coor­denadas pelo Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Ar­madas, General-de-Exército José Carlos de Nardi, e contaram com a presença do Chefe de Estado-Maior de cada Força: Almirante-de-Esquadra Luiz Umberto de Mendonça, General-de-Exército Joaquim Silva e Luna, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Jorge Godinho Barreto Nery. Estiveram presen­tes, também, como representan­tes do Ministério da Defesa, o Chefe de Assuntos Estratégicos, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Mar­co Aurélio Gonçalves Mendes; o Chefe de Logística, Almirante-de-Esquadra Gilberto Max Hoffé Hirschfeld; e o Secretário de Pro­dutos de Defesa, Murilo Marques Barboza.

Durante o debate, os parti­cipantes deram realce à aquisição dessas armas em empresas nacio­nais com reconhecida experiência na produção de pistolas, fuzis e outros armamentos portáteis que atendam às especificidades de cada Força. Dentre os assuntos tratados, destacam-se a formula­ção de um programa de obtenção conjunta de armas leves e portá­teis (armas anticarro, morteiros leves e médios, fuzis e pistolas) e suas respectivas munições, apoio à pesquisa e desenvolvimento de armas leves e a compatibilização de requisitos operacionais con­juntos.

Os participantes propuse­ram, também, que reuniões peri­ódicas entre as Forças Singulares sejam realizadas para troca de in­formações e experiências sobre o tema, incluindo os seus empregos doutrinários. Levantou-se, por fim, a possibilidade de concentrar a avaliação técnica e operacional do armamento portátil e leve em um único órgão, buscando a oti­mização dos trabalhos nessa área.

(CECOMSEX/ FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *