Marinha expõe projetos na maior feira de segurança e defesa da América Latina

Marinha expõe projetos na maior feira de segurança e defesa da América Latina
Maquete detalhada do submarino nuclear

O stand da Marinha rece­beu, no dia 13 de abril, diver­sos visitantes. Com o propósito de divulgar a participação da Marinha em projetos de defesa, as instalações vão desde maquetes até a utilização de recursos audio­visuais.

A exposição contou com uma maquete do submarino com propulsão nuclear, sobre a qual engenheiros da Marinha ofere­ceram explicações a respeito do futuro meio naval e sobre o Pro­grama de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB). O tema dos submarinos tem tido grande espaço nos assuntos sobre defe­sa no cenário nacional. Por este motivo, a Marinha expõe uma maquete aberta para que seja pos­sível mostrar aos interessados um protótipo de um submarino de forma detalhada.

Outro importante tema ex­posto pela Marinha é a construção de navios em estaleiros nacionais, tais como os Navios-Pa­trulha da classe “Macaé” e a Corveta “Barroso”. O stand também apresentou uma maquete sobre o Pro­grama Antártico Brasileiro (PROANTAR), que esteve em exposição como uma forma de apresentar a Esta­ção Antártica Comandante Ferraz aos visitantes.

Marinha expõe projetos na maior feira de segurança e defesa da América Latina
Estande da Marinha do Brasil na LAAD

Dois telões mos­tram alguns dos principais pro­gramas da Marinha, entre eles, filmes sobre o PROSUB, Antár­tica e Navios-Patrulha da Classe “Macaé”. Totens também aborda­ram projetos desenvolvidos pelo Centro Tecnológico da Marinha (CTMSP), Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV), Centro de Reparos e Suprimentos Especiais do Corpo de Fuzileiros Navais (CRESUMAR), Institu­to de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), Progra­ma de Submarinos e Amazônia Azul.

A programação da LAAD 2011 envolveu, ainda, o III Seminário de Defesa, que contou com palestrantes da Marinha do Brasil. Entre os principais temas debatidos, estavam: o Programa Nuclear da Marinha, Tecnolo­gias, Integração e Modernização e Base Industrial de Defesa do Brasil.

(CCSM/ FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *