Marinha do Brasil recebe em visita Delegações de Marinhas Estrangeiras da LAAD

Marinha do Brasil
Cmt. da Corveta "Barroso" e Delegação Estrangeira no passadiço do navio

No dia 11 de abril, a Mari­nha do Brasil recebeu integran­tes de Delegações de Marinhas Estrangeiras participantes da LAAD (Latin America Aerospace Defense) no Rio de Janeiro. Foram três os locais visitados: Corveta “Barroso” (V34), Navio-Patrulha “Macaé” (P70) e Fábrica de Munição Alte Jurandyr da Costa Muller de Campos. O propósito das visitas foi proporcionar co­nhecimentos adicionais sobre a Força e seus meios.

Marinha do Brasil
Navio-patrulha "Macaé"

Na Corveta “Barroso”, os delegados puderam constatar o elevado grau de nacionalização dos equipamentos de bordo, de­stacando-se os seguintes: Siste­ma de Controle Tático; Sistema de Medidas de Apoio à Guerra Eletrônica; Sistema de Controle e Monitoração da Propulsão, Auxiliares e de Controle de Ava­rias; Sistema de Lançamento de Torpedos; Sistema de Lançamen­to de Despistadores de Mísseis e Sistema de Governo. Segundo o Comandante do navio, Capitão-de-Fragata Alexander Reis Leite: “a Corveta Barroso é o mais novo navio escolta da Marinha do Brasil e seu índice de nacional­ização é de, aproximadamente, 65%, o que acarreta em melhor custo benefício”.

O Navio-Patrulha “Macaé”, também visitado pela delegação, agrega modernos sistemas na­cionais em sua estrutura, como o Sistema de Controle e Moni­toramento de Máquinas (SCM) e o Terminal Tático Inteligente (TTI). Tem por tarefas atuar na fiscalização das Águas Jurisdi­cionais Brasileiras (AJB), desen­volvendo atividades de Patrulha Naval, Inspeção Naval, salva­guarda da vida humana no mar, fiscal­ização de po­luição maríti­ma e proteção dos campos de petróleo no mar, além de contribuir para a segurança do tráfego marí­timo nacional.

(CCSM/ FM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *